Miró e Brubeck. Sinergia estranha, quase selvagem. Absolutamente excitante.

Dave Brubeck Quartet featuring Paul Desmond🎷

“Bluette”

Artist: Joan Miro

 

Anúncios

“Há escolas que são gaiolas e há escolas que são asas.” #RubemAlves

DAP4eqrWsAAjNRZ

 

Escolas que são gaiolas existem para que os pássaros desaprendam a arte do vôo. Pássaros engaiolados são pássaros sob controle. Engaiolados, o seu dono pode levá-los para onde quiser. Pássaros engaiolados sempre têm um dono. Deixaram de ser pássaros. Porque a essência dos pássaros é o vôo.

Escolas que são asas não amam pássaros engaiolados. O que elas amam são pássaros em vôo. Existem para dar aos pássaros coragem para voar. Ensinar o vôo, isso elas não podem fazer, porque o vôo já nasce dentro dos pássaros. O vôo não pode ser ensinado. Só pode ser encorajado.

Rubem Alves

Lisboa, menina e moça — em alma e coração…

Um tributo dedicado ao Carlos do Carmo, grande nome do fado.

Dia de Santo Antônio de Lisboa também é dia de homenagear Alfama, com o fado de Carlos do Carmo cantado por 35 fadistas.

Parabéns para a Radio Comercial pela iniciativa de fazer esse vídeo.  Sem dúvida um lindo trabalho com a expressão de múltiplos talentos!

 

Vídeo

Santo Casamenteiro

 

 

tumblr_lgoqwc3nTs1qg7rzo

 

Há muitas versões em torno desta crença. A mais provável é a de que, sendo invocado como santo das coisas perdidas, também passou a ser invocado como casamenteiro, já que não há nada de mais perdido do que o coração humano.

Outra versão dá conta de que Antônio enfrentou o tirano Ezzelino de Pádua que teria baixado um decreto, exigindo que as pessoas trouxessem para o casamento igual dote material e familiar. Assim, rico casava com rico e pobre com pobre. O Santo enfrentou o tirano em praça pública e dizia que as pessoas se casavam com o coração e não com a bolsa. O tirano teve que revogar o decreto. Em gratidão, o povo carregou o Santo nos ombros.

De qualquer forma, nosso Convento já foi palco de muitos casamentos, graças ao Santo Casamenteiro.

Não duvide! Boa sorte!
Santo Antônio, o casamenteiro, está a sua espera.
Pode comprar os foguetes para a festa.
UAU!

 

por Frei Neylor José Tonin

A vida sempre fica melhor ao som das notas musicais… 

 

Gosto de ouvir música clássica, tocada por uma variedade de instrumentos. Mas Alison Balsom é arrebatadora!  Uma virtuosa que toca o seu trompete com um sopro que sai do peito cheio de sentimentos.

 

por Labouré Lima

“Há poder no amor. Não o subestime.” – Disse o Rev. Michael Curry na Homilia do #RoyalWedding #MeganAndHarry

33029256_1864908026864352_4351671219473350656_o

 

“Ponha-me como um selo em seu coração, como um selo em seu braço; porque o amor é tão forte quanto a morte, uma paixão sólida como a sepultura. Seus clarões são clarões de fogo, uma chama violenta. Muitas águas não podem apagar o amor, nem inundações podem afogá-lo.

Dr. Martin Luther King Jr. disse certa vez: ‘Precisamos descobrir o poder do amor, o poder redentor do amor. E quando descobrirmos isso, seremos capazes de fazer deste velho mundo um novo mundo. O amor é o único caminho.’

Há poder no amor. Não o subestime. Qualquer um que já tenha se apaixonado sabe o que eu quero dizer. Mas pense no amor sob qualquer forma. Ser amado e expressar amor é bom. Há alguma coisa certa a respeito disso. E por um motivo. Um antigo poema medieval diz: ‘Onde houver o amor verdadeiro, o próprio Deus estará presente.’ Na Bíblia, João diz isso da seguinte forma: ‘Amada (o), vamos amar um ao outro porque o amor vem de Deus; todos os que amam são filhos de Deus. Aquele que não ama não conhece Deus Porque Deus é amor.’

Há poder no amor. O amor pode ajudar e curar quando nada mais pode. O amor pode levantar e liberar para a vida quando nada mais o fará.

E o amor que aproxima duas pessoas é o mesmo amor que pode mantê-las juntas, seja no cume da felicidade ou nos vales da dificuldade. O amor é forte como a morte. Seus clarões são clarões de fogo. Muitas águas não podem apagar o amor. O amor pode ver através de você. Há poder no amor. Mas o amor do qual eu falo não é apenas para casais que se casam ou apenas para relações pessoais.

Jesus de Nazaré nos ensinou que o caminho do amor é o caminho para uma relação verdadeira com o Deus que criou todos nós, e o caminho para uma relação verdadeira com os outros como filhos de um único Deus, como irmãos e irmãs na família humana de Deus.

Um erudito disse isso da seguinte maneira: ‘Jesus encontrou o mais revolucionário movimento da História humana: um movimento construído sobre o amor incondicional de Deus pelo mundo e o mandato para viver este amor’ (Charles Marsh, ‘The Beloved Community’)

E ao fazer isso, mudamos vidas e o próprio mundo. Há um motivo para isso. Um velho ‘spiritual’ pode sugerir por quê:

‘Se você não pode pregar como Pedro, / E não pode rezar como Paulo, / Você pode falar do amor de Jesus, / Como ele morreu para nos salvar / Há um bálsamo em Gileade / Para curar os feridos / Há um bálsamo em Gileade / Para curar a alma doente do pecado / Apenas fale sobre o amor de Jesus, / Como ele morreu para nos salvar.’

Ele não sacrificou sua vida por si mesmo, por nada que pudesse ganhar. Ele fez isso pelos outros, pelo outro, pelo bem e o bem-estar de outros. Isso é amor.

Como Paulo diz isso?

O amor não é invejoso, rude ou arrogante / O amor não busca os seus próprios interesses. / O amor é altruísta, se sacrifica, é bom e justo. / O amor busca o bem e o bem-estar do outro. / O amor cria espaço para que o outro seja. / Esse amor, esse é o caminho de Jesus. E é o que muda o jogo. / Imagine nossos lares e famílias quando esse caminho de amor é escolhido. / Imagine nossos bairros e comunidades quando o amor é o caminho. / Imagine nossos governos e nossos países quando o amor é o caminho. / Imagine os negócios e o comércio quando o amor é o caminho. / Imagine o mundo quando o amor é o caminho. / Nenhuma criança iria para a cama com fome em um mundo como esse. / A pobreza seria história em um mundo como esse. / Nós trataríamos uns aos outros como filhos de Deus, sem prestar atenção nas diferenças. / Nós aprenderíamos a largar nossas espadas e escudos à beira do rio e não estudaríamos mais a guerra. / Haveria um novo céu, uma nova terra, um novo mundo. / Uma nova e bela família humana. / Este é o sonho de Deus / O amor é tão forte quanto a morte / Seus clarões são clarões de fogo / Muitas águas não podem apagar o amor.”

32917089_1864907640197724_4262922802702581760_o

 

32880543_610081696038890_7199635390314053632_o

 

O reverendo Michael Bruce Curry, da Igreja Episcopal dos EUA, foi convidado para fazer a homilia do casameno do príncipe Harry e da atriz Meghan Markle — quebrando um protocolo britânico. No discurso, ele fez questão de citar o ativista Martin Luther King, assassinado há exatamente 50 anos, em 4 de abril de 1968. Curry, o primeiro negro a ser escolhido bispo presidente da Igreja Episcopal, é um ativista conhecido por sua profunda preocupação com a justiça social. O ‘spiritual’ citado por Curry, “Há um bálsamo em Gileade”, era cantado por negros no Sul dos Estados Unidos. A seguir, o sermão que pronunciou na Capela de São Jorge, em Windsor, diante da realeza britânica.

Leia mais: https://oglobo.globo.com/mundo/o-poder-do-amor-leia-texto-completo-do-sermao-do-casamento-de-harry-meghan-22698444#ixzz5FzY6frDW
stest

 

Bom mesmo é ser feliz de verdade!

flores com sol

 

A falsa felicidade nada mais é do que uma névoa através da qual algumas pessoas se iludem ao espiar uma perspectiva irreal, imaginando que assim enxergam melhor à vida. Talvez acreditem que seja mais fácil viver a sonhar de olhos abertos. Só que não… Pois ao se dar conta, pode ser que a pessoa já esteja tão perdidamente iludida que não sabe mais como resolver as questões da vida real. É aí que mora o perigo de alguns confrontos internos acontecerem, sem chance de retornar ao ponto de partida. O certo é que precisamos aprender a enfrentar as nossas questões, por mais difíceis que sejam. Todas as pessoas têm capacidade para descobrir como lidar com a realidade. Esse exercício é fundamental. Sem isso, não há como ter uma personalidade bem resolvida. E ser feliz de verdade!

Um fim de semana abençoado. Grande abraço,

Labouré Lima

#RoyalWedding Felicidade aos noivos!!   

meganharry

O amor tem dessas coisas… Só ele é capaz de quebrar imensas barreiras! Penso que a representatividade de Meghan Markle ao lado do Príncipe Harry poderá dar visibilidade a muitas causas internacionais. Principalmente se observarmos a sua afrodescendência. Até bem pouco tempo atrás não se cogitaria que a miscigenação pudesse alcançar a linha sucessória da Coroa Britânica. Acredito que Lady Diana, aonde estiver, deve estar aplaudindo o seu filho caçula por essa quebra de paradigmas. Que o amor prevaleça e sejam felizes para sempre ❤️❤️

 

Lady Di

megan e mãe

“Nesses tempos de ódio é bom andar amado” ❤️

32602618_10210107694922393_5275623516404711424_n

 

Todo mundo precisa andar amado…

Ame-se❤️

Amor e amizade não tem religião… Descubra o que uma judia ortodoxa e uma muçulmana têm em comum, apesar de suas religiões e culturas serem tão diferentes.

‘Alguém que me ame de verdade’ é uma história de amizade entre uma judia ortodoxa e uma muçulmana que se conhecem numa escola do Brooklyn, onde ambas lecionam. Descobrem que apesar das diferentes culturas, têm muito em comum, inclusive a pressão familiar para quem cedam ao casamento arranjado. (Postado com legendas em português por Vinicius Lirio )

Descubra o que uma judia ortodoxa e uma muçulmana têm em comum, apesar de suas religiões e culturas serem tão diferentes. O roteiro sugere que reflitamos sobre conviver com respeito, amizade e amor. Independente de raça, cor ou credo, as pessoas têm os mesmos direitos de preservar as tradições da sua origem. Cada ser humano é um mundo particular. E assim, tantos pensamentos diferentes fazem do mundo um lugar plural e cheio de desafios. Que hajam mais pessoas dispostas a demolir as barreiras da convivência e comprovar que elas não são instransponíveis.

Amei a delicadeza do filme e em linhas gerais me encantei pela simplicidade com que foi tratado um tema tão polêmico como o relacionamento entre pessoas de crenças tão diferentes. E o curioso é que tanto os muçulmanos quanto os judeus têm tradições em comum.

Estamos precisando observar o mundo com menos intolerância e mais compreensão.

Um abraço,

Labouré Lima

Entradas Mais Antigas Anteriores

The twitteramigos Daily

Paperli.PaperWidget.Show({
pid: 'laboure_lima/twitteramigos',
width: 200,
background: '#FB0000'
})

%d blogueiros gostam disto: