#DiaDoEscritor “Enquanto escritor, as palavras são a sua tinta. Utilize todas as cores.” Rhys Alexander

O ato de escrever é um desafio que causa excitação, provoca sentimentos, desperta reflexões, sensações, emoções, desejos e torna cativo quem o faz. Cada texto é uma viagem diferente ao mundo do conhecimento. Labouré Lima

The Book.......by Kylie Parker by Gabriele Corno

( The Book…….by Kylie Parker via Twitter @Gabriele_Corno )

 

Algumas frases de escritores célebres:

“Escrever é fácil. Você começa com uma letra maiúscula e termina com um ponto final. No meio você coloca ideias.” Pablo Neruda 

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida” Fernando Pessoa

“O escritor é o peixe de mar profundo. O sol não entra, mas ele tem o oceano todo” Carlos Heitor Cony

“Enquanto escritor, as palavras são a sua tinta. Utilize todas as cores.” Rhys Alexander

“Poeta, não é somente o que escreve. É aquele que sente a poesia, se extasia sensível ao achado de uma rima à autenticidade de um verso” Cora Coralina

“Um poeta é alguém que fica na chuva esperando ser atingido por um raio” James Dickey

“Na minha opinião, ser escritor não é apenas escrever livros, é muito mais uma atitude perante a vida, uma exigência e uma intervenção.” José Saramago

 

 

#tbt Roma 2015. Visitando o passado…

11150266_10155537329570075_1620989817118349634_n

Aquele momento que a gente se solta na viagem…

Meu #tbt de hoje é essa foto muito engraçada, no Coliseu de Roma, com as minhas filhas. A princípio elas resistiram. Ninguém queriam fazer. E a primeira reação foi imeadiata: “Ah mamãe, isso é uma piada!” Em seguida a outra reforçou: “Você não vai fazer isso comigo!” Mas os atores foram tão insistentes que elas aceitaram o desafio. Entraram nos personagens e se divertiram, tanto quanto eu, com a sequência de fotos.

——-

NOTA: Para os que não sabem Tbt significa throwback thursday, que pode ser traduzido do inglês para quinta-feira do retorno ou regresso. É uma hashtag utilizada pelos usuários de redes sociais para marcar fotos que se referem ao passado, que deem saudades, simbolizada por #tbt

Um romance não sobrevive sem amor…

Amor é mais que amar…
É se entregar de coração aberto;
É viver o miolo de uma história;
É se reconhecer personagem central;
É escrever um romance a quatro mãos.

 

C9QwqloWAAAhr_Y

Uma homenagem ao poeta apaixonado e a sua musa no #DiaDosNamorados ♥️ ♥️

Nesse domingo, talvez motivado pelo Dia dos Namorados, o Fantástico apresentou uma reportagem explicando como funcionam os aplicativos de relacionamentos. E até mostraram alguns casais que foram bem sucedidos. Então lembrei que os meus pais se conheceram por meio de uma página de relacionamentos que era publicada em uma revista dominical do Rio de Janeiro na década de 50.

Geraldo era niteroiense, vivia em Nova Friburgo. Eunice nasceu em Campos dos Goytacazes e morava em um povoado dentro da fazenda da Usina de Açúcar Sto Antônio. Um lugar chamado Kundo. Perto do fim do mundo. Assim diziam para exemplificar a distância que os separava. Lá não havia luz elétrica, ônibus, carros, escolas e nem o carteiro chegava. Os meios de transporte na região, eram cavalos, charretes, carros de bois, bicicletas e os tratores da usina que transportavam cana de açúcar.

Ela alugava uma Caixa Postal no Correio Central da cidade, para receber as cartas dos seus correspondentes. Eram ao todo 58 pessoas do Brasil, Portugal e outros países de língua portuguesa.  A frequência na troca de correspondências dependia da distância. Algumas podiam ser semanais, outras quinzenais e mensais. Se compararmos com a era da internet, naquela época a velocidade da comunicação era bem diferente. As correspondências eram sempre manuscritas e eles exercitavam a caligrafia para facilitar a leitura. Assim aconteciam os relacionamentos à distância, envolvendo pessoas de diferentes culturas.

Era um meio importante de comunicação para uma professora do interior que gostava de obter informações sobre o que se passava com a cultura e o comportamento nos lugares distantes daquele povoado em que morava. Além das cartas que os amigos correspondentes trocavam, também chegavam revistas, livros, cartões postais e fotos contando suas histórias de vida.

Eunice foi estudar na cidade com apoio dos pais. Vovô era um pai muito zeloso. Ele fez com que ela assumisse o compromisso de voltar para alfabetizar os irmãos e vizinhos que não podiam sair para estudar na cidade. Esse foi o grande mote para ela frequentar o ‘Clube de Correspondências’ publicado na revista ‘A Cigarra’. Quando voltou ao seu lugar de origem, ela percebeu o quanto vivia distante da civilização.

Papai era um poeta. Ele tinha 14 anos a mais que ela. E já fazia parte do funcionalismo público do Estado do Rio, servindo na Secretaria de Finanças de Nova Friburgo. Depois de seis meses trocando cartas ele comprou uma  passagem de trem e embarcou numa aventura que deu certo. Quando decidiu viajar para ir aos Correios de Campos, ele sabia que não sairia da cidade sem descobrir onde ela morava. E foi assim que ele apareceu na casa dos pais dela, sem avisar.

Através das cartas descobriram que um era parte da vida do outro, porque se completavam e se entendiam muito bem. Portanto logo na primeira visita ficaram noivos e no ano seguinte se casaram. Depois da cerimonia ela foi embora com ele para Nova Friburgo, tiveram seis filhos e foram felizes para sempre.

A diferença de uma página de relacionamentos em uma revista semanal publicada em 1950 para um aplicativo de internet em 2017, vai além dos milhões de usuários pelo mundo afora. O fator principal creio que se deve ao aspecto evolutivo do comportamento humano. Algumas questões, como criar vínculo de afeto e compromisso, são tão surpreendentes quanto voláteis, nos relacionamentos que acontecem atualmente por meio dos aplicativos encontrados na internet.

#LabouréLima
————————————————

Essa página foi publicada na Antologia ‘O Perfume da Palavra’ – volume IV – Edições Muiraquitã A poesia reproduz o primeiro encontro. E as fotos registram a primeira visita dele, na casa dos meus avós.

19146017_10158788724050075_1620068474533793788_n

 

Afinal, quem não quer uma vida mais doce?

café da tarde

Acabei de ver um teste para saber se estou viciada em açúcar e já sei a resposta. Perdi minha mãe em consequência da diabetes. E só de pensar em constatar essa doença fico trêmula de medo. Sim, eu sou dependente de açúcar. Talvez, no íntimo, procure tentar compensar os amargos que a vida nos impõe… Afinal, quem não quer uma vida mais doce? A cada dia está mais difícil absorver as amarguras que o mundo despeja sobre nós, por viés extremos como: pobreza, fome, doenças avassaladoras, guerras, corrupções, lutas desiguais, falta de compromisso do poder político, ou da violência que não cansa de nos surpreender… Enfim, acho melhor parar por aqui. Essa lista parece não ter fim. Confesso que gostaria de poder adoçar a vida das pessoas com palavras. Mas essa tarefa é mais complexa do que se pensa. Então, adoço tudo quanto posso, com açúcar mesmo. Mas não deixo de refletir que se trata de um hábito errado. Sempre penso em voz alta e faço a autocrítica: preciso dar um basta nessa dependência antes que ela se volte contra a minha saúde. Dependência é vício. Não quero dar espaço a escravidão do vício, ao ponto dele atentar contra a minha saúde. Sabemos que a vida é passageira, mas ninguém sabe o tempo que falta para concluir a caminhada. Enfim, se o tempo tem que passar e não sabemos dimensioná-lo, a saída é procurar ter hábitos saudáveis e desfrutar uma vida de qualidade para o corpo e a mente. Viver é um exercício diário. Vamos praticar!

 

por Labouré Lima

O êxodo do fim do mundo… Enquanto houver guerra veremos o número dos refugiados crescer!!

Guri-el Displaced camps

Para saber como ajudar visite o site Médico Sem Fronteiras     Foto: Peter Casaer  

Causa perplexidade pensar na falta de humanidade dos governantes dos países ricos destinando fortunas incalculáveis para comprar armamentos com poder de destruição em massa, na indústria bélica. Quando vão considerar que as guerras só fazem crescer a coluna dos miseráveis? É assombroso o número de refugiados, nesse momento, em êxodo pelo mundo afora. São seres humanos como qualquer um de nós. Famílias inteiras que deixaram suas histórias para trás. E por uma circunstância independente da vontade dessas pessoas, elas foram levadas a abandonar suas origens, em busca de um lugar onde possam recomeçar suas vidas, com um mínimo de dignidade.

Ironicamente os países mais ricos do mundo também investem grandes somas em publicidade, com objetivo de divulgar suas campanhas pela paz. Se isso não é forjar um sentimento de humanidade para causar comoção em uma das situações mais controversas e hipócritas, então preciso rever meus conceitos.

 

por Labouré Lima

 

 

 

 

Um carinhoso agradecimento aos leitores do SEMPREVIVA e ao WORDPRESS por 8 anos de convivência!!

Conquista do aniversário de 8 ano(s)

Feliz aniversário com o WordPress.com!

Você registrou-se no WordPress.com há 8 anos!

Obrigado por nos escolher. Continue assim!

 

—————————————

Eu que agradeço a wordpress

e aos leitores do blog sempreviva

o acolhimento na parceria e amizade!

Um abraço carinhoso a todos.

Labouré Lima

13394152_10156963383180075_5042069311428777121_n

O Congresso faltou ao respeito com o momento de Luto Nacional.

O sentimento é de repúdio e vergonha alheia pelo flagrante desrespeito do Congresso Nacional ao quebrar um momento de Luto no Brasil.

A Câmara Federal dos Deputados, em Brasília, adentrou a madrugada legislando em causa própria e desferindo um golpe no povo brasileiro, ao votar o ‘requerimento de urgência do pacote de medidas anticorrupção’. Claramente com intuito de impedir a continuidade das investigações da ‘Operação Lava-Jato’. Ainda criança, aprendemos que a pressa é inimiga da perfeição. Mas os políticos esqueceram de fazer o dever de casa e conseguiram desfigurar o combate a corrupção. Um tema importante e que interessa a todos nós. Talvez seja o único tema da atualidade que une a sociedade brasileira no mesmo grito. Basta de Corrupção!!

Se há golpe sou contra! E apesar de certas divergências quanto as opiniões políticas do Senador Aloysio Nunes, considero que ele foi contudente e convincente, na assertividade do seu posicionamento sobre votar contra ao que ele chamou de ‘abuso de autoridade’ na votação do ‘requerimento de urgência do pacote de medidas anticorrupção’.

Foi uma total distorção de valores o que os senhores deputados fizeram no Congresso Nacional, na calada da noite, enquanto o povo dormia, ainda fragilizado, tentando se refazer do impacto sofrido com a tragédia do avião da equipe Chapecoense, que enlutou o esporte brasileiro, infelicitou tantas famílias, abalou o país inteiro e comoveu o Mundo.

A classe política cometeu um deslize com a Nação e passou vergonha, nesse momento em que Mundo se solidariza com as lágrimas de Chapecó por seus ‘heróis esportistas’ que estão mortos.

Foi um péssimo exemplo essa falta de humanidade.

Não merecemos tanto retrocesso, na política, na educação e na economia.

Nós queremos ser respeitados.

Todos os dias peço a Deus por um milagre, a paciência do povo está no limite.

O Brasil precisa acertar o passo e seguir em frente!

por Labouré Lima

————————-

O senador Aloysio Nunes tomou a palavra para se manifestar contra o requerimento de urgência: “Não nos coloquemos hoje na contramão da opinião pública brasileira. Dois milhões de brasileiros assinaram as 10 medidas de combate à corrupção. A Câmara ontem desfigurou o projeto. Vou votar contra.” 

————————-

E como não poderia deixar de ser, a Ministra Cármem Lúcia fez uma declaração bastante pontual, manifestando a sua linha de pensamento sobre o ocorrido: “A democracia depende de poderes fortes e independentes. O Judiciário é, por imposição constitucional, guarda da Constituição e garantidor da democracia. O Judiciário brasileiro vem cumprindo o seu papel. Já se cassaram magistrados em tempos mais tristes. Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguiu, nem se conseguirá, calar a Justiça.” – Ministra Cármem Lúcia

Nosso Adeus a equipe Chapecoense – ‘Campeões In Memoriam’

 

chapecoense-aviao

O dia 29 de novembro de 2016 entra para a história, como uma página de LUTO no futebol Mundial. Nessa data cinzenta, as cores das torcidas do mundo inteiro desbotaram e perderam o brilho; o grito ruidoso dos estádios emudeceu e cumpriu o minuto de silêncio, pela equipe ceifada em acidente aéreo na Colômbia.

 

Lutar por vitórias ou entristecer por derrotas não pertence mais ao mundo desses heróis, que entravam em campo para fazer a torcida Chapecoense vibrar. Restou a saudade no coração de cada um e de todos.

Quando surgiram as primeiras imagens da pequena cidade do sul do Brasil, via-se uma torcida incrédula e abalada com a perda dos seus ídolos. Chapecó era representada pelo sucesso dessa equipe de jogadores que arrebatava os corações da sua torcida com o carisma do futebol que jogava. Pela campanha heróica e emocionante que realizou em 2016, eles merecem o título de ‘Campeões In Memoriam’.

Rogamos pelos sobreviventes e familiares para que o amor de Deus em sua infinita bondade, os fortaleça no conforto espiritual tão necessário.

Dedicamos esse dia em oração pelas almas que partiram para a ‘Casa do Pai’, ao encontro da paz infinita no Céu.

Adeus Campeões!

por Labouré Lima

———————–

C horamos

H oje

A manhã

P ermaneceremos

E m

C onstantes

O rações

E les

N unca

S erão

E squecidos

(Poema de autoria desconhecida, reproduzido nas redes sociais.)

chapecoense-1024x673

Ação de Graças pelas Bênçãos recebidas por intercessão de Santa Catarina Labouré, a vidente da Medalha Milagrosa de Nossa Senhora das Graças.

medaille-27-nov-1830

Em 28 de novembro a Igreja celebra a Santa Catarina Labouré, vidente da Medalha Milagrosa, que a Virgem disse “Deus quer te confiar uma missão; te custará trabalho, mas vencerás se pensar que o fará para a glória de Deus.”

Santa Catarina Labouré nasceu na França em 1806 em uma família de agricultores. Ele ficou órfã de mãe aos nove anos e pediu à Virgem para ser sua mãe. Sua irmã foi admitida como freira Vicentina e Catarina desde então teve que se ocupar das tarefas domésticas, e por isso não pode aprender a ler ou escrever.

Mais tarde, ela pediu ao seu pai para deixá-la ingressar na vida religiosa em um convento, mas ele recusou. Então ela pediu ao Senhor que lhe concedesse esse desejo. Tempos depois viu em sonho a um padre idoso que disse: “um dia você vai me ajudar a cuidar dos doentes.”

Aos 24 anos, em visita a sua irmã religiosa no convento, Catarina Labouré viu a imagem de São Vicente de Paulo e se deu conta de que ele era o sacerdote que viu em sonho. Desde então se propôs a ser irmã Vicentina e não desistiu até ser aceita na comunidade.

Ela foi enviada para Paris, onde fez os trabalhos mais humildes na enfermaria, nosmedalha-milagrosa cuidados com os idosos. Em 27 de Novembro de 1830, a Virgem Maria apareceu a ela na capela do convento e pede-lhe para cunhar a Medalha conforme o que estava vendo na aparição.

Com o tempo e a intercessão do Confessor da Santa, o Arcebispo de Paris permitiu fabricar a Medalha. E começaram os milagres, tal como o havia prometido a Virgem.

Com a morte de seu confessor, que sabia de todas as aparições, o seu substituto não compreendia ao escutar sobre os feitos extraordinários. Enquanto isso, ela manteve em segredo a sua história com a Virgem até mudar o confessor.

A Santa sabia que se aproximava sua hora de partir e, depois de pedir o conselho da Virgem, confiou seu segredo a Superiora. Foi através dela que se conseguiu erguer no altar, uma estátua para perpetuar a memória das aparições.

Santa Catarina Labouré foi para a ‘Casa do Pai’ aos 70 anos, dia 31 de Dezembro de 1876. Cinquenta e seis anos mais tarde, quando sua sepultura foi aberta para o reconhecimento oficial das suas relíquias, seu corpo foi encontrado intacto. Ela foi beatificada pelo Papa Pio XI em 1933 e canonizada por Pio XII em 1947.

 

 

Oração Milagrosa

“O perigo será grande, tudo parece perdido, mas Eu estarei convosco, tende confiança.”

Ó Santa Catarina Labouré que ouvistes dos lábios da Virgem Imaculada estas consoladoras palavras, alcançai-me de Deus através de Maria a graça de…

Rezar 3 vezes: Pai Nosso, Ave Maria e Glória ao Pai.

“Ó Maria Concebida sem pecado, Rogai por nós que recorremos a Vós.”

Santa Catarina Labouré, vidente da Medalha Milagrosa, intercedei à Maria por nós!

 

Obs. Ao receber a graça distribua algumas Medalhas. Não importa quantas. Faça por amor e gratidão.

 

 

Entradas Mais Antigas Anteriores

The twitteramigos Daily

Paperli.PaperWidget.Show({
pid: 'laboure_lima/twitteramigos',
width: 200,
background: '#FB0000'
})

%d blogueiros gostam disto: