“…o que importa nesta vida, mais do que ganhar sozinho é ajudar os outros a vencer.”

thumb

 

Espírito Evoluído

Há alguns anos, nas Olimpíadas especiais de Seattle, nove participantes, todos com deficiência mental, alinharam-se para largada da corrida dos 100 metros rasos.

Ao sinal, todos partiram, não exatamente em disparada, mas com vontade de dar o melhor de si, terminar a corrida e ganhar. Um dos garotos tropeçou no asfalto, caiu e começou a chorar. Os outros oito ouviram o choro. Diminuíram o passo e olharam para trás. Então viraram e voltaram. Todos eles.

Uma das meninas com Síndrome de Down ajoelhou, deu um beijo no garoto e disse: – Pronto agora vai sarar! E todos os nove competidores deram os braços e andaram juntos até a linha de chegada.

O estádio inteiro levantou e os aplausos duraram muitos minutos…

Talvez os atletas fossem deficientes mentais… Mas com certeza, não eram deficientes espirituais…

“Isso porque lá no fundo, todos nós sabemos que o que importa nesta vida, mais do que ganhar sozinho é ajudar os outros a vencer. Mesmo que isso signifique diminuir os nossos passos…”

“Procure ser uma pessoa de valor, em vez de procurar ser uma pessoa de sucesso. O sucesso é consequência”

Quero pedir apenas que compartilhem o máximo que puder, para conscientização da palavra na tentativa de um mundo melhor🙏

Bons exemplos merecem visibilidade. Ajude a ajudar! Veja que iniciativa legal.

Imagine um lugar onde você pode doar suas roupas e quem precisa pode escolher o que quer. Existe. Veja que iniciativa legal.

Desde que vi na página do FaceBook de uma amiga brasileira que mora a muitos anos em Ibiza-ES, me encantei e entendi que se havia alguma coisa que eu poderia fazer no primeiro momento, seria compartilhar aqui no blog. Eu acredito nesse tipo de iniciativa e entendo que merece expansão, continuidade e todo apoio possível. Só que os organizadores realmente, em se falando de Brasil, precisam de muita atenção e cautela para fazer da forma correta e evitar que espertos desviem a ideia do objetivo principal. O foco é ajudar a quem mais precisa. E felizmente a quantidade de pessoas bem intencionadas é maior e mais persistente.
Apenas para uma leitura atualizada sobre o comportamento das pessoas em relação ao sentimento de solidariedade, resolvi trazer alguns comentários positivos garimpados nas redes sociais:
“Genial e humanitário, e principalmente civilizado.”

“Meu Deus, eu adoro esse tipo de vídeo. Adoro saber de iniciativas como essa. Meu coração fica mais leve Emoticon heart Outro dia passou aqui sobre o reaproveitamento de comida dos restaurantes do RJ para moradores de rua. Eu acho isso tão demais. Num mundo tão individual, é maravilhoso saber que há tanta gente altruísta por aí.” “…já vi com livros. Nos pontos dos ônibus colocaram pequenas caixas para ser doados e quem necessitar pode levar. Amei esta ideia também. Imagine no inverno.”

“Iniciativas como está deveriam ser replicadas em todos os lugares!”
“É legal fazer alguém feliz com tão pouco.”
“Eu vi um video daqui do Brasil mesmo que fazia algo parecido só que no inverno. Foi lindo! E ainda podemos praticar. É só começar que vai dar certo!”
“Amai ao próximo como a ti mesmo.”

Contudo, temos consciência de que no Brasil os pessimistas de plantão estão por todo lado. Talvez não por culpa deles mas dos oportunistas, que não são poucos. Enfim, um projeto de ação solidária não pode ser vencido ou desestimulado por pessoas com tendência a rebater negativamente qualquer ideia que seja boa. Lamentávelmente isso existe. E resolvi trazer também alguns exemplos de comentários desesperançosos, garimpados nas redes sociais: “Sabe o que aconteceria se alguém promovesse algo assim no Brasil? Apareceriam os espertinhos e levariam tudo, até o que não precisariam. Infelizmente, até pra fazer uma caridade aqui é difícil.” “Onde é esta igreja? Já estou tão descrente de todos, igrejas, centros espíritas e ongs, todos escolhem o que tem de melhor para o bazar, e os farrapos vendem a 1,00 real e a 2,00 reais. Quando doam é imprestável. Mas se esta igreja é verdadeira, Deus a abençoe.”

“Na Alemanha o povo tem a consciência de apanhar somente o que precisa. Eles viveram a guerra. Aqui, não sei não . O primeiro que chegar vai levar tudo.” 
“Seria magnífico! Mas aqui pegariam para vender e comprar drogas ou vender nos brechós. Aqui no bairro já teve essa iniciativa e os menores da comunidade estavam vendendo nos brechós para comprar drogas.”
“Será que ainda existe esperança para o ser humano?”
A triste realidade é ver nas entrelinhas a presunção de que não daria certo no Brasil porque o comportamento do povo não condiz com o tipo de iniciativa.
No Brasil, essa ação solidária já está acontecendo em várias capitais, como Recife e outras…

O vídeo abaixo  é de uma ação no Largo do Batata, São Paulo. Em 2014.

A grandiosidade das coisas simples…

É impressionante como a humanidade anda carente de afeto!

O vídeo é uma pequena mostra do quanto pode ser rica uma vida tão simples.

E o curioso é que essa forma natural de ser nos pareça algo excepcional, uma experiência fantástica, coisa de outro mundo. Para mim, foi isso que tornou essa ideia realmente apaixonante.

Agradeço ao amigo Frei Neylor José Tonin que me deu a oportunidade de conhecer o vídeo.

Vídeo

Tempos difíceis…

images (4)

As pessoas que nunca devem ser esquecidas e merecem toda gratidão, em nossa vida, são aquelas que nos AJUDAM em tempos difíceis. O mesmo não acontece com  “as que nos DEIXAM em tempos difíceis” e “as que nos COLOCAM em tempos difíceis”,  essas pessoas a gente deve perdoar e esquecer que conheceu. Não existe melhor punição que o desprezo. A nossa memória precisa de espaço para armazenar gratidão, alegria, felicidade e paz, esse é o alimento que faz bem ao nosso espírito.

O tempo cuidará de tudo, inclusive de apontar as causas e os culpados!

Expressando solidariedade, respeito e pesar por tanto sofrimento.

Do lado de cá da ponte Rio-Niterói, estamos solidários com essa lacuna que se abriu de forma tão avassaladora na vida carioca. O mar que nos separa é o mesmo que nos une em tudo, tanto nas festas como nas lágrimas de dor pungente.

Apesar do tempo decorrido há familiares mergulhados na imensa angústia da espera, acreditando que um milagre possa ainda resgatar sobreviventes… só em Deus!

Nos primeiros instantes correram muitas informações controversas na imprensa. Pelo Twitter muitas pessoas compartilharam informações no desenrolar da tragédia, enveredaram pelo amanhecer e prosseguiram pelo dia afora. A medida em que as horas se distanciavam do impacto da notícia, muitos se recolheram no silêncio da reflexão e oração. O povo carioca que é sempre alegre,  mostrou-se hesitante no assunto para não machucar ainda mais a imensa ferida aberta no coração de todos.

Nesse momento, a “cidade maravilhosa” se veste de luto e sofre pelos cidadãos que perderam suas vidas no desabamento da Avenida 13 de Maio. Cada uma das vítimas, ao seu modo, representava um exemplo de dedicação ao trabalho. Senão todos, a maior parte dos que desapareceram em meio aos escombros desse triste evento, estavam naquele local pela mesma razão. Defendiam que trabalho e estudo lhes traria uma vida melhor no futuro.

Por todas as vítimas, as que já foram encontradas e as que ainda estão soterradas, entregamos nossas orações a Deus pedindo Paz e Luz para suas almas.

Para as famílias enlutadas enviamos nosso carinho e conforto espiritual, rogando aos céus infinitas bênçãos de fé,  coragem e esperança para que a tristeza que se abate sobre suas vidas seja superada com o tempo. Pois, só ele cuidará de tudo e vai apontar as causas e os culpados.

Sempre orando e pondo a confiança em Deus, pedimos muita Paz  para as famílias envolvidas!

Bons amigos até o fim…

No registro de um momento inesquecível, na aldeia de Vil de Souto -Viseu – Portugal, Eunice e Tomaz abraçaram uma pinheira centenária, árvore símbolo da vida para dois bons amigos que deixaram o mundo quase ao mesmo tempo, ele no dia 22 e ela em 23 de junho de 2010, praticamente de mãos dadas, como na foto.


Os dias passam arrastados, enquanto a dor do LUTO está presente…

Diante da impossibilidade de agradecer a todas as mensagens, tomo emprestado esse espaço público, porém não impessoal, pois nesse lugar virtual extravaso o meu sentimento para o mundo.  Dessa forma espero alcançar o âmbito familiar, pessoal, profissional e virtual, com palavras saídas do coração.

Acredito na sensibilidade dos companheiros da internet, amigos-leitores, que se  interessam pelo que escrevo. Gostaria que soubessem o quanto valorizo os sentimentos expressos nas palavras generosas, que compõe as entrelinhas de cada uma das mensagens que me enviaram, nesses dias de aflição que tenho vivido.

Ainda me encontro consternada, recebendo o calor que irradia das orações da família e dos amigos. Sem deixar de ser forte, procuro suportar o golpe que tirou do meu convívio duas pessoas tão amadas, no mesmo momento.

Foi uma semana de tempestade, onde aconteceu um dos piores momentos da minha vida. No espaço de apenas 24 horas, perdi meu marido e minha mãe. Dois pilares. Verdadeiros sustentáculos na estrutura familiar. Cada qual no seu grau de importância, eles me deixaram em um vazio imenso, causa de  infindável solidão que não sei como preencher. Espero em Deus que estejam em paz, na glória do céu onde tudo é eterno.

A internet é uma ferramenta que amplifica nossa voz,  em razão disso rompo o silêncio de todo meu lamento, para externar os mais sinceros agradecimentos, ao apoio e solidariedade que me tocaram no âmago, essência mais profunda do meu ser.

Labouré Lima

The twitteramigos Daily

Paperli.PaperWidget.Show({
pid: 'laboure_lima/twitteramigos',
width: 200,
background: '#FB0000'
})

%d blogueiros gostam disto: