Panorama ecológico

 

IMG_3412

Lá vem a temporada de flores
Trazendo begônias aflitas
Petúnias cansadas
Rosas malditas
Prímulas despetaladas
Margaridas sem miolo
Sempre-vivas quase mortas
E cravinas tortas
Odoratas com defeitos
E homens perfeitos
Lá vem a temporada de pássaros
Trazendo águias rasteiras
Graúnas malvadas
Pombas guerreiras
Canários pelados
Andorinhas de rapina
Sanhaços morgados
E pardais viciados
Curiós desafinados
E homens imaculados
Lá vem a temporada de peixes
Trazendo garoupas suadas
Piranhas dormentes
Sardinhas inchadas
Trutas desiludidas
Tainhas abrutalhadas
Baleias entupidas
E lagostas afogadas
Barracudas deprimentes
E homens inteligentes

(Roberto Carlos – Erasmo Carlos)

 

 

Adeus Cauby Peixoto. A MPB perde o maior ícone da música pop no Brasil.

cauby4

Cauby Peixoto (Niterói, 10 de fevereiro de 1931 — São Paulo, 15 de maio de 2016)  

Cauby gravou seu primeiro álbum em 1951, que foi chamado de “Saia Branca”, na época, por não ser muito famoso, teve pouca repercussão.

Cauby foi convidado para uma excursão aos EUA pelo Cardinal Spellman, em 1955. Durante a viagem no navio, Cauby cantou musicas religiosas. Já nos EUA, com nome artístico de Ron Coby, gravou alguns LP’s com a orquestra de Paul Weston, cantando em inglês, Cauby entre 1955 á 1958ficou indo e voltando dos Estados Unidos.

Citado nas revistas Time and Life como: O Elvis Presley brasileiro. Em 1956 ele apareceu no filme Com Água na Boca cantando seu grande sucesso, Conceição.

Em 1957, Cauby foi o primeiro cantor brasileiro a gravar uma canção de rock em português, a canção Rock and Roll em Copacabana foi composta por Miguel Gustavo, também autor da marchinha “Pra Frente, Brasil”.

Cauby vivia em São Paulo com sua fã, empresária e cuidadora, Nancy Lara, responsável pela agenda, figurinos, cenários, montagem dos palcos e repertório.

Cauby se apresentava nas noites de Segunda-Feira no Bar Brahma, um tradicional templo da boemia paulistana, em funcionamento desde de os anos 40’s, se localiza na mais famosa esquina brasileira (Av. Ipiranga com Av. São João, em São Paulo, Brasil), uma temporada de três meses, com seu sucesso, levou á uma temporada que dura mais de uma década, com ingressos concorridos, tanto no Bar Brahma, como em seus shows que realizava pelo Brasil, com seu violonista, amigo e irmão de Agnaldo Rayol, Ronaldo Rayol.

No dia 28 de maio de 2015, seu documentário foi lançado no Brasil, (Cauby – Começaria tudo outra vez) de Nelson Hoineff. O filme possui 90 minutos, e conta toda sua trajetória.

 

Começaria tudo outra vez…

 

 

Cij2As1WgAAwHPh

Ao som desse bolero
Vida, vamos nós…

Classic of Jorge Benjor. This video shows some pictures of the 60`s. Army, Rio, soccer, etc.

 

Mas Que Nada (original – 1963)
Cantor e compositor: Jorge Ben Jor

O ariá raió
Obá obá obá

Mas que nada
Sai da minha frente
Eu quero passar
Pois o samba está animado
O que eu quero é sambar
Esse samba
Que é misto de maracatu
É samba de preto velho
Samba de preto tú

Mas que nada
Um samba como este tão legal
Você não vai querer
Que eu chegue no final

O ariá raió
Obá obá obá
Encontrou algum e

 

Mas que nada Sai da minha frente Eu quero passar

Mas Que Nada (original)
Sérgio Mendes
Compositor: Jorge Ben Jor

O ariá raió
Obá obá obá

Mas que nada
Sai da minha frente
Eu quero passar
Pois o samba está animado
O que eu quero é sambar
Esse samba
Que é misto de maracatu
É samba de preto velho
Samba de preto tú

Mas que nada
Um samba como este tão legal
Você não vai querer
Que eu chegue no final

O ariá raió
Obá obá obá

Link: http://www.vagalume.com.br/sergio-mendes/mas-que-nada-original.html#ixzz45B9MfWvN

Alceu Valença e Orquestra Ouro Preto – La Belle De Jour #MPB

O cantor e compositor brasileiro Alceu Valença, gravou seu disco de estreia em parceria com Geraldo Azevedo. Dois gênios da MPB.
Alceu é do interior de Pernambuco, nascido nos limites do agreste com o sertão. Influenciado pelos maracatus, cocos e repentes de viola, Alceu conseguiu utilizar a guitarra com baixo elétrico e, mais tarde, com o sintetizador eletrônico nas suas canções.
Nascimento: 1 de julho de 1946 (69 anos), São Bento do Una, Pernambuco
Nacionalidade: Brasileiro
Indicações: Em 2014, o álbum Amigo da Arte foi indicado ao Grammy Latino de Melhor Álbum de Música Regional ou de Raizes Brasileiras.[3] Em 2015, ganhou o 26º Prêmio da Música Brasileira na categoria Melhor Cantor Regional.
Fontes:  wikipedia  YT

#EncontroseDespedidas #FernandoBrant #MiltonNascimento

“Mande notícias do mundo de lá
Diz quem fica
Me dê um abraço venha me apertar
Tô chegando
Coisa que gosto é poder partir sem ter planos
Melhor ainda é poder voltar quando quero

Todos os dias é um vai-e-vem
A vida se repete na estação
Tem gente que chega pra ficar
Tem gente que vai pra nunca mais
Tem gente que vem e quer voltar
Tem gente que vai e quer ficar
Tem gente que veio só olhar
Tem gente a sorrir e a chorar

E assim chegar e partir
São só dois lados da mesma viagem
O trem que chega
É o mesmo trem da partida
A hora do encontro é também despedida
A plataforma dessa estação
É a vida desse meu lugar”

Milton Nascimento e Fernando Brant caminharam como bons amigos na ‘Travessia’ da vida. A parceria que encantou a todos nós, chegou ao fim ontem. O ‘trem da partida’ levou o compositor em sua última viagem. Fernando Brant embarcou na plataforma rumo à ‘vida nova’ na ‘casa do Pai’.  O que nos conforta é a imortalidade da sua obra, pois não faltarão vozes para ecoar suas composições por todos os cantos do Planeta. O Clube da Esquina, Minas Gerais e o Brasil se despedem do compositor Fernando Brant, com muito pesar. Que a sua alma descanse em paz. Amém.

MCE_Fernando-Brant_FT015

Amigo é coisa para se guardar
Debaixo de sete chaves
Dentro do coração
Assim falava a canção que na América ouvi
Mas quem cantava chorou
Ao ver o seu amigo partir

Mas quem ficou, no pensamento voou
Com seu canto que o outro lembrou
E quem voou, no pensamento ficou
Com a lembrança que o outro cantou

Amigo é coisa para se guardar
No lado esquerdo do peito
Mesmo que o tempo e a distância digam “não”
Mesmo esquecendo a canção
O que importa é ouvir
A voz que vem do coração

Pois seja o que vier, venha o que vier
Qualquer dia, amigo, eu volto
A te encontrar
Qualquer dia, amigo, a gente vai se encontrar

#AndreRieu e a cantora lírica brasileira #CarmenMonarcha em #Habanera da #Ópera #Carmen de #Bizet e Manhã de Carnaval de #JoãoGilberto ;-)

Para aliviar as preocupações, sofrimentos e sarar as dores da alma, apenas ouça…

Andre Rieu, a Orquestra Sinfonica Jhoann Straus com a cantora lírica brasileira Carmen Monarcha e todo o seu elenco classe A1, em duas interpretações maravilhosas, neste concerto que aconteceu em Sau Paulo, Brasil.

Primeiro ela interpreta Habanera da Ópera Carmen de Georges Bizet (uma das minhas árias favoritas), com um tempero musical perfeito, intercalando um pouco de pimenta e doçura.

E depois vem o desabrochar da sua brejeirice de mulher brasileira em “Manhã de Carnaval”, um clássico do compositor brasileiro João Gilberto.

Vamos sair prá ver o sol…

É de manhã vem o sol
Mas os pingos da chuva
que ontem caiu
Ainda estão a brilhar
Ainda estão a dançar

Ao vento alegre
Que me traz esta canção
É de manhã vem o sol
Mas os pingos da chuva
que ontem caiu
Ainda estão a brilhar
Ainda estão a dançar
Ao vento alegre

Que me traz esta canção
Quero que você me dê a mão
Vamos sair por aí
Sem pensar no que foi
que sonhei

Que chorei, que sofri
Pois a nossa manhã
Já me fez esquecer
Me dê a mão
vamos sair prá ver o sol
É de manhã vem o sol

Mas os pingos da chuva
que ontem caiu
Ainda estão a brilhar
Ainda estão a dançar
Ao vento alegre
Que me traz esta canção

É de manhã vem o sol
Mas os pingos da chuva
que ontem caiu
Ainda estão a brilhar
Ainda estão a dançar

Ao vento alegre
Que me traz esta canção
Quero que você me dê a mão
Vamos sair por aí
Sem pensar no que foi
que sonhei
Que chorei, que sofri

Pois a nossa manhã
Já me fez esquecer
Me dê a mão
vamos sair prá ver o sol

Estrada do Sol
Gal Costa
Compositor: Tom Jobim / Dolores Duran

Link: http://www.vagalume.com.br/gal-costa/estrada-do-sol.html#ixzz2zcqdrZfr

Salve o Trabalhador Brasileiro! Está na luta, no corre-corre, no dia-a-dia…

Trabalhador

Seu Jorge

Está na luta, no corre-corre, no dia-a-dia
Marmita é fria mas se precisa ir trabalhar
Essa rotina em toda firma começa às sete da manhã
Patrão reclama e manda embora quem atrasar

Trabalhador
Trabalhador brasileiro
Dentista, frentista, polícia, bombeiro
Trabalhador brasileiro
Tem gari por aí que é formado engenheiro
Trabalhador brasileiro
Trabalhador

E sem dinheiro vai dar um jeito
Vai pro serviço
É compromisso, vai ter problema se ele faltar
Salário é pouco, não dá pra nada
Desempregado também não dá
E desse jeito a vida segue sem melhorar

Trabalhador
Trabalhador brasileiro
Garçom, garçonete, jurista, pedreiro
Trabalhador brasileiro
Trabalha igual burro e não ganha dinheiro
Trabalhador brasileiro
Trabalhador

Se eu quiser falar com Deus… #música #MPB #ElisRegina #GilbertoGil

Se eu quiser falar com Deus
Tenho que ficar a sós
Tenho que apagar a luz
Tenho que calar a voz
Tenho que encontrar a paz
Tenho que folgar os nós
Dos sapatos, da gravata
Dos desejos, dos receios
Tenho que esquecer a data
Tenho que perder a conta
Tenho que ter mãos vazias
Ter a alma e o corpo nus…

Se eu quiser falar com Deus
Tenho que aceitar a dor
Tenho que comer o pão
Que o diabo amassou
Tenho que virar um cão
Tenho que lamber o chão
Dos palácios, dos castelos
Suntuosos do meu sonho
Tenho que me ver tristonho
Tenho que me achar medonho
E apesar de um mal tamanho
Alegrar meu coração…

E se eu quiser falar com Deus
Tenho que me aventurar
Eu tenho que subir aos céus
Sem cordas prá segurar
Tenho que dizer adeus
Dar as costas, caminhar
Decidido, pela estrada
Que ao findar vai dar em nada
Nada, nada, nada, nada
Nada, nada, nada, nada
Nada, nada, nada, nada
Do que eu pensava encontrar!

Se eu quiser falar com Deus!

(Elis Regina – Composição : Gilberto Gil)

 

The twitteramigos Daily

Paperli.PaperWidget.Show({
pid: 'laboure_lima/twitteramigos',
width: 200,
background: '#FB0000'
})

%d blogueiros gostam disto: