Vida

image

 

Já perdoei erros quase imperdoáveis,
tentei substituir pessoas insubstituíveis
e esquecer pessoas inesquecíveis.

Já fiz coisas por impulso,
já me decepcionei com pessoas
que eu nunca pensei que iriam me decepcionar,
mas também já decepcionei alguém.

Já abracei pra proteger,
já dei risada quando não podia,
fiz amigos eternos,
e amigos que eu nunca mais vi.

Amei e fui amado,
mas também já fui rejeitado,
fui amado e não amei.

Já gritei e pulei de tanta felicidade,
já vivi de amor e fiz juras eternas,
e quebrei a cara muitas vezes!

Já chorei ouvindo música e vendo fotos,
já liguei só para escutar uma voz,
me apaixonei por um sorriso,
já pensei que fosse morrer de tanta saudade
e tive medo de perder alguém especial (e acabei perdendo).

Mas vivi!
E ainda vivo!
Não passo pela vida.
E você também não deveria passar!

Viva!!

Bom mesmo é ir à luta com determinação,
abraçar a vida com paixão,
perder com classe
e vencer com ousadia,
porque o mundo pertence a quem se atreve
e a vida é muito para ser insignificante.

 

Augusto Branco

Anúncios

Quando você manifesta amor torna sua vida suave…

DMEzpYCX4AAJ-aQ

 

“Aqui reformam-se sonhos, remendam-se corações, alinhava-se otimismo, costuram-se desilusões. Borda-se carinho, pregam-se esperanças, confecciona-se amor, presponta-se ternura, remodelam-se almas. Aceitam-se encomendas. ”

 

(Marilene A. Branquinho)

Tudo afeta tudo – Hilda Lucas

 

CILYeMoUkAA4ROe

 

“Viver é mesmo complicado, um fogo cerrado, um jogo sofisticado, uma dança apaixonada. Difícil é ver em nós mesmos o que apontamos nos outros: os enganos, as fragilidades, as hipocrisias. Duro é constatar as marcas que carregamos por tudo que nos afeta, direta ou indiretamente, só porque vivemos (…).”

 
Hilda Lucas

Quem disser que não quer ser feliz está mentindo…

“A felicidade é igual a uma borboleta, quanto mais você corre atrás mais ela se afasta. Daí um dia você se distrai e ela pousa no seu ombro.” – Ou no seu nariz…😍
 
Henry David Thoreau
Borboleta2

Desvestir o Luto não é esquecer…

DHKBYz4XcAAoKJj

 

“A saudade é um amor que nunca morre…”

A gente entende que o luto acabou quando aprende a lidar com as fotos dos nossos ausentes. O tempo é diferente para cada pessoa. E o coração, assim como o DNA em cada um de nós, nunca é igual. Temos que saber respeitar o nosso próprio tempo, enquanto a razão e o coração encontram o equilíbrio. Sendo assim, aos poucos, podemos perceber que é possível se envolver com as fotografias novamente permitindo o afeto transitar de forma suave em nosso íntimo. Quando olhamos uma foto de alguém que já se foi, em vez de chorar, devemos pensar algumas palavras bonitas que nos conforte e que chegue a alma da pessoa amamos, onde ela estiver.

Os mortos quando saem da vida física vão para a vida nova no espírito. Se libertam da matéria. Por isso a necessidade de lembrarmos dessas almas em nossas orações. Esse é o alimento que os espíritos necessitam para estar em paz. Qualquer um de nós fica feliz ao ser lembrado, não é mesmo? As almas também.

As boas lembranças que trazemos em nosso coração não podem ser sepultadas com os mortos. Algumas pessoas põem em prática o esquecimento por um egoísmo involuntário, ou talvez por acreditar que essa é a melhor forma de evitar sofrimento. E assim tentam esquecer…, mas se pensarmos bem encontraremos outros métodos para lidar com as perdas.

Podemos lembrar dos nossos ausentes sem a prática doentia do autoflagelo. Saudade é amor eterno. Ao contrário do que muitos pensam, saudade não é um vazio. Saudade é um sentimento pleno. Ninguém sente falta do que foi ruim.

Administrar a ausência física é uma tarefa complicada, que só entende quem passa por esse revés. Requer cuidado e muita paciência. As pessoas precisam aprender a conviver com as perdas, se permitindo salvaguardar a saúde emocional.

Um dos aspectos mais significativos de que a vida continua é a percepção do quanto é importante dar sentido a cada novo dia da nossa existência. Preencher o tempo com atividades produtivas é o melhor antídoto contra a tristeza e a depressão. E ter coisas a realizar torna as pessoas ocupadas, mais saudáveis e menos infelizes.

Se permita o pulsar da vida e seja para si mesmo a amizade mais fiel a lhe indicar qual rumo seguir. Ouça a sua intuição e deixe a sabedoria do coração falar mais alto. A vida não é feita de rascunhos, escrevemos a realidade dos nossos dias conforme vivemos.

Faça o seu melhor sem se preocupar com medidas e a resposta virá. Viver não é como misturar medidas exatas de culinária, que ao errarmos um pouquinho perdemos tudo o que foi feito. Não se trata disso. Se observarmos bem, viver é uma experiência fantástica. Somos os alquimistas das nossas próprias receitas. Enquanto a vida acontece podemos criar novas medidas e aperfeiçoar diversas alquimias.

A sensação de experimentar cada coisa ao seu tempo favorece o aprendizado. Quanto mais se aprende, mais se tem a aprender. Na escola da vida ninguém sai diplomado.

Labouré Lima

#DiaDoEscritor “Enquanto escritor, as palavras são a sua tinta. Utilize todas as cores.” Rhys Alexander

O ato de escrever é um desafio que causa excitação, provoca sentimentos, desperta reflexões, sensações, emoções, desejos e torna cativo quem o faz. Cada texto é uma viagem diferente ao mundo do conhecimento. Labouré Lima

The Book.......by Kylie Parker by Gabriele Corno

( The Book…….by Kylie Parker via Twitter @Gabriele_Corno )

 

Algumas frases de escritores célebres:

“Escrever é fácil. Você começa com uma letra maiúscula e termina com um ponto final. No meio você coloca ideias.” Pablo Neruda 

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida” Fernando Pessoa

“O escritor é o peixe de mar profundo. O sol não entra, mas ele tem o oceano todo” Carlos Heitor Cony

“Enquanto escritor, as palavras são a sua tinta. Utilize todas as cores.” Rhys Alexander

“Poeta, não é somente o que escreve. É aquele que sente a poesia, se extasia sensível ao achado de uma rima à autenticidade de um verso” Cora Coralina

“Um poeta é alguém que fica na chuva esperando ser atingido por um raio” James Dickey

“Na minha opinião, ser escritor não é apenas escrever livros, é muito mais uma atitude perante a vida, uma exigência e uma intervenção.” José Saramago

 

 

Antiga Bênção Celta

 

 

“Que o caminho venha ao teu encontro.
Que o vento sempre sopre às tuas costas e a chuva caia suave sobre teus campos.
E até que voltemos a nos encontrar, que Deus te sustente suavemente na palma de sua mão.
Que vivas todo o tempo que quiseres e que sempre possas viver plenamente.
Lembra sempre de esquecer as coisas que te entristeceram, porém nunca esqueças de lembrar aquelas que te alegraram.
Lembra sempre de esquecer os amigos que se revelaram falsos, porém nunca esqueças de lembrar aqueles que permaneceram fiéis
Lembra sempre de esquecer os problemas que já passaram, porém nunca esqueças de lembrar as bênçãos de cada dia.
Que o dia mais triste de teu futuro não seja pior que o dia mais feliz de teu passado.
Que o teto nunca caia sobre ti e que os amigos reunidos debaixo dele nunca partam.
Que sempre tenhas palavras cálidas em um anoitecer frio, uma lua cheia em uma noite escura, e que o caminho sempre se abra à tua porta.
Que vivas cem anos, com um ano extra para arrepender-te.
Que o Senhor te guarde em sua mão, e não aperte muito seus dedos.
Que teus vizinhos te respeitem, os problemas te abandonem, os anjos te protejam, e o céu te acolha.
E que a sorte das colinas Celtas te abrace.
Que as bênçãos de São Patrício te contemplem.
Que teus bolsos estejam pesados e teu coração leve.
Que a boa sorte te persiga, e a cada dia e cada noite tenhas muros contra o vento, um teto para a chuva, bebidas junto ao fogo, risadas que consolem aqueles a quem amas, e que teu coração se preencha com tudo o que desejas.
Que Deus esteja contigo e te abençoe, que vejas os filhos de teus filhos, que o infortúnio te seja breve e te deixe rico de bênçãos.
Que não conheças nada além da felicidade, deste dia em diante.
Que Deus te conceda muitos anos de vida; com certeza Ele sabe que a terra não tem anjos suficientes…e assim seja a cada ano, para sempre!”

 

“Eu não estou lá – eu não parti.”

cismptpxaaa0nvs

Não Chore À Beira do Meu Túmulo

“Não chore à beira do meu túmulo,
eu não estou lá… eu não dormi.
Estou em mil ventos que sopram,
E na neve macia que cai.
Nos chuviscos suaves,
Nos campos de colheita de grãos.
Eu estou no silêncio da manhã.
Na algazarra graciosa,
De pássaros a esvoaçar em círculos.
No brilho das estrelas à noite,
Nas flores que desabrocham.
Em uma sala silenciosa.
No cantar dos pássaros,
Em cada coisa que lhe encantar.
Não chore à beira do meu túmulo desolado,
Eu não estou lá – eu não parti.”

“Este poema foi escrito por Mary Elizabeth Frye, em 1932. Ela não era poeta, era florista. O que acaba resultando na mesma arte de cultivar beleza. Ela vivia em Ohio, Estados Unidos, e se compadeceu da dor de uma jovem judia cuja mãe estava muito doente, na Alemanha. A jovem, Margaret, havia sido advertida a não voltar à Alemanha naqueles tempos duros de antissemitismo. Quando sua mãe morreu, a jovem disse a Elizabeth: “Nunca tive a chance de chorar no túmulo da minha mãe.” Elizabeth pegou então o papel que tinha em mãos, escreveu este poema e a entregou.”

E a versão original em inglês que preserva a beleza e a musicalidade do poema.

Don’t Stand At My Grave And Weep

“Do not stand at my grave and weep,
I am not there, I do not sleep.
I am in a thousand winds that blow,
I am the softly falling snow.
I am the gentle showers of rain,
I am the fields of ripening grain.
I am in the morning hush,
I am in the graceful rush
Of beautiful birds in circling flight,
I am the starshine of the night.
I am in the flowers that bloom,
I am in a quiet room.
I am in the birds that sing,
I am in each lovely thing.
Do not stand at my grave bereft
I am not there. I have not left.”

Com tanta beleza artificial por aí, não dá mais para confiar no olhar…

10250052_10156413638470075_3280015597151720112_n

 

Ando a observar como a percepção do belo tem se envolvido com o sentir a beleza, em vez de somente apreciar.  Na verdade parece que sempre foi assim. Só que hoje representa bem mais que antes. O universo da beleza artificial está por todo lado, tentando dominar tudo. Mas é a essência da beleza que se firma e se destaca, para além do que vemos. Os olhos transmitem as imagens ao cérebro mas é o coração que captura tudo e processa as informações de beleza com um sentido mais apurado. A definição de beleza está mais em sentir do que ver o que é realmente bonito. Não se pode mais delegar esse julgamento apenas sob os cuidados dos olhaos. O olhar se tornou uma presa fácil do desejo, frequentemente é traído por isso.

(LabouréLima)

~ Saudade é amor ❤️ Te sigo esperando ~

Entradas Mais Antigas Anteriores

The twitteramigos Daily

Paperli.PaperWidget.Show({
pid: 'laboure_lima/twitteramigos',
width: 200,
background: '#FB0000'
})

%d blogueiros gostam disto: