Torcedores do bem querer…

Na fim da noite desse domingo quando vi o cavalinho do Vasco no Fantástico, senti um aperto no coração de tristeza e vergonha pelo meu time. O ‘gigante da colina’ não merecia passar pelo deplorável espetáculo daquele jogo de sábado. O estádio de São Januário foi depredado e transformado em praça de guerra.

Sou Vasco desde que nasci. E não podia ser diferente para a primeira neta de um avô vascaíno apaixonado. Quando cheguei fui coberta por essa paixão demonstrada nos presentes do vovô. Tudo que ele me dava trazia um escudo do Vasco.

Acho importante destacar que a selvageria e destruição ocorrida no final do jogo Vasco x Flamengo, não refletem o sentimento e o comportamento dos vascaínos que apreciam o esporte e amam o time. E acredito que no Flamengo também. Esse tipo de torcedor tem que ser banido das torcidas e dos estádios.

Em nossa família temos vários exemplos de torcedores rivais que se uniram por amor. Vovô Zinho Rosa era vascaíno e vovó Luzia, uma grande torcedora flamenguista. Eram a imagem do bem querer e cada qual torcia por seu time.

Lembro que a vovó Luzia era aniversariante do dia 09 de Julho e para ela dedico a vitória do Flamengo, seu time do coração.

Assim como os meus avós eu também vivi a mesma experiência. Em memória do Dilson, que me deu duas filhas flamenguistas como ele, lembro que o futebol nunca foi motivo de discórdia em nosso casamento.

Mais tarde a vida se encarregou de trazer o Tomaz para junto de mim, um parceiro que não frequentava estádios. Mas não perdia a transmissão de um jogo. Aqui era vascaíno e em Portugal torcia ferrenhamente pelo Sporting.

Procurei evidenciar histórias entre torcedores de times rivais na mesma família, para mostrar que o amor e o respeito está acima de tudo.

E por falar em RESPEITO, é esse o sentimento que está faltando. A política dos clubes precisa mudar ou os estádios perderão frequentadores e acabarão arruinados.

O espetáculo das torcidas que antes era lindo, atualmente faz lembrar as arenas sangrentas das histórias medievais.

por Labouré Lima

Nota

 A Primavera exalta a Natureza…

Imagem

A natureza solta um grito de esperança e nos faz enxergar a Primavera que chega para nos envolver e arrebatar todos os  sentidos  no desabrochar das flores, cujas sementes brotaram naturalmente pelos campos ou foram semeadas por mãos carinhosas pelos jardins, portais, sacadas, janelas e jarros em profusão…

Mas antes de acontecer esse espetáculo da natureza, as flores atravessaram um longo e difícil inverno resguardadas no âmago do casulo. Reuniram toda energia necessária para executar a missão de florescer na estação mais perfumada do ano. É assim que elas fazem despertar nos corações românticos os mais preciosos sentimentos de amor. As flores emitem um forte sinal de vida quando focamos nossos olhos na beleza das suas cores. Nos fazem sair do casulo do sofrimento e sentir as mais doces emoções. Os seus aromas provocam todos nossos sentidos e comunicam que os ciclos da vida são perfeitos. Por mais dolorido que tenha sido o passado, se permita reacender a chama da vida e fazer florir a esperança de um novo tempo…

“Para ver as coisas boas desse dia, é preciso tirar os olhos das coisas más que já passaram.”
by Crisbalbueno

Nota

The twitteramigos Daily

Paperli.PaperWidget.Show({
pid: 'laboure_lima/twitteramigos',
width: 200,
background: '#FB0000'
})

%d blogueiros gostam disto: