O Congresso faltou ao respeito com o momento de Luto Nacional.

O sentimento é de repúdio e vergonha alheia pelo flagrante desrespeito do Congresso Nacional ao quebrar um momento de Luto no Brasil.

A Câmara Federal dos Deputados, em Brasília, adentrou a madrugada legislando em causa própria e desferindo um golpe no povo brasileiro, ao votar o ‘requerimento de urgência do pacote de medidas anticorrupção’. Claramente com intuito de impedir a continuidade das investigações da ‘Operação Lava-Jato’. Ainda criança, aprendemos que a pressa é inimiga da perfeição. Mas os políticos esqueceram de fazer o dever de casa e conseguiram desfigurar o combate a corrupção. Um tema importante e que interessa a todos nós. Talvez seja o único tema da atualidade que une a sociedade brasileira no mesmo grito. Basta de Corrupção!!

Se há golpe sou contra! E apesar de certas divergências quanto as opiniões políticas do Senador Aloysio Nunes, considero que ele foi contudente e convincente, na assertividade do seu posicionamento sobre votar contra ao que ele chamou de ‘abuso de autoridade’ na votação do ‘requerimento de urgência do pacote de medidas anticorrupção’.

Foi uma total distorção de valores o que os senhores deputados fizeram no Congresso Nacional, na calada da noite, enquanto o povo dormia, ainda fragilizado, tentando se refazer do impacto sofrido com a tragédia do avião da equipe Chapecoense, que enlutou o esporte brasileiro, infelicitou tantas famílias, abalou o país inteiro e comoveu o Mundo.

A classe política cometeu um deslize com a Nação e passou vergonha, nesse momento em que Mundo se solidariza com as lágrimas de Chapecó por seus ‘heróis esportistas’ que estão mortos.

Foi um péssimo exemplo essa falta de humanidade.

Não merecemos tanto retrocesso, na política, na educação e na economia.

Nós queremos ser respeitados.

Todos os dias peço a Deus por um milagre, a paciência do povo está no limite.

O Brasil precisa acertar o passo e seguir em frente!

por Labouré Lima

————————-

O senador Aloysio Nunes tomou a palavra para se manifestar contra o requerimento de urgência: “Não nos coloquemos hoje na contramão da opinião pública brasileira. Dois milhões de brasileiros assinaram as 10 medidas de combate à corrupção. A Câmara ontem desfigurou o projeto. Vou votar contra.” 

————————-

E como não poderia deixar de ser, a Ministra Cármem Lúcia fez uma declaração bastante pontual, manifestando a sua linha de pensamento sobre o ocorrido: “A democracia depende de poderes fortes e independentes. O Judiciário é, por imposição constitucional, guarda da Constituição e garantidor da democracia. O Judiciário brasileiro vem cumprindo o seu papel. Já se cassaram magistrados em tempos mais tristes. Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguiu, nem se conseguirá, calar a Justiça.” – Ministra Cármem Lúcia

Anúncios

‘Memórias de um tempo Dourado Brasília – Uma Senhora Capital’ — #livro #literaturainfantil

312961_149322048498582_100002623622530_236961_1518250185_n

A obra busca reconstruir a memória dos inesquecíveis anos dourados, revelando ao público infanto-juvenil conhecimento histórico sobre a época, mas sem perder de vista a escrita poética e lúdica, tão importante no saber das crianças. A autora, refaz os passos históricos do Brasil dos anos 50 e 60.

Com escrita leve, explicativa e simples, os costumes, a moda e o cenário político vão se descortinando e criando vida. Levando o pequeno leitor ao mundo mágico dos anos mais significativos e cheios de mudanças do Brasil, como a construção de Brasília, a introdução de novos costumes e novos ícones de modernidade.

O livro Memórias de um Tempo Dourado (…) leva o leitor a vivenciar a experiências dos anos JK, tão marcados pela construção de Brasília, capital do país e símbolo de modernidade.

Recomendado por Márcia Motta

Doutora em História pela UNICAMP, com Pós-Doutorado na Universidade de Lisboa. Professora do Departamento de História da UFF

Para saber mais vá ao blog da Editora Muiraquitã

A música do dia… ‘céu de #brasília traço do arquiteto gosto tanto dela assim’

Luz das estrelas
laço do infinito
gosto tanto dela assim
rosa amarela
voz de todo grito
gosto tanto dela assim
esse imenso, desmedido amor
vai além de seja o que for
vai além de onde eu vou
do que sou, minha dor
minha linha do equador
esse imenso, desmedido amor
vai além de seja o que for
passa mais além do
céu de brasília
traço do arquiteto
gosto tanto dela assim
gosto de filha música de preto
gosto tanto dela assim
essa desmesura de paixão
é loucura do coração
minha foz do iguaçu
polo sul, meu azul
luz do sentimento nu
esse imenso, desmedido amor
vai além de seja o que for
vai além de onde eu vou
do que sou, minha dor,
minha linha do equador
mas é doce morrer nesse mar
de lembrar e nunca esquecer
se eu tivesse mais alma pra dar
eu daria, isso para mim é viver

Linha do Equador / Autores: Caetano Veloso, Djavan

#Brasília55anos

🎧 Céu de Brasília, traço do arquiteto 🎶 Gosto tanto dela assim 🎶

20150421-121721.jpg

20150421-122704.jpg

O arquiteto Dr. Oscar Niemeyer interpretou em seus traços os ideais do ex-presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, o autor da  mudança da capital do Brasil para Brasília.

Toda escola superior deveria oferecer aulas de filosofia e história. Assim fugiríamos da figura do especialista e ganharíamos profissionais capacitados a conversar sobre a vida.

A vida nos leva pra onde ela quer. Cada um vem, escreve sua historinha e vai embora. Não vejo segredo em levar a vida.

Como explicar que cruzar os braços é um problema e que a vida dura só um minuto?

Os mais inteligentes se queixam do mundo. O mundo tem prazeres e alegrias, mas a razão de a gente estar aqui é precária. Em todo caso, ninguém quer abandonar o espetáculo. 

Ah, como é mágico ver surgir na folha branca de papel um palácio, um museu, uma bela figura de mulher! Como as desejo e gosto de desenhá-las! Como as sinto nas curvas da minha arquitetura!

Não é o ângulo reto que me atrai. Nem a linha reta, dura, inflexível, criada pelo homem. O que me atrai é a curva livre e sensual. A curva que encontro nas montanhas do meu País, no curso sinuoso dos seus rios, nas ondas do mar, nas nuvens do céu, no corpo da mulher preferida. De curvas é feito todo o Universo – o Universo curvo de Einstein.

Meu trabalho não tem importância, nem a arquitetura tem importância pra mim. Para mim o importante é a vida, a gente se abraçar, conhecer as pessoas, haver solidariedade, pensar num mundo melhor, o resto é conversa fiada.

Se a reta é o caminho mais curto entre dois pontos, a curva é o que faz o concreto buscar o infinito.

A gente tem que sonhar, senão as coisas não acontecem.

A vida é um sopro.

Oscar Niemeyer

1907-2012

The twitteramigos Daily

Paperli.PaperWidget.Show({
pid: 'laboure_lima/twitteramigos',
width: 200,
background: '#FB0000'
})

%d blogueiros gostam disto: