“Seja um filósofo, mas, no meio de toda sua filosofia, não deixe de ser um homem” – David Hume

“Seja um filósofo, mas, no meio de toda sua filosofia, não deixe de ser um homem” – David Hume

Ofereço essa frase em memória do meu avô José Francisco, carinhosamente chamado de Zinho Rosa, por sua família e seus amigos. Ele era o pai da minha mãe e nasceu em 7 de Maio. Vovô foi um homem sábio, mesmo sem nunca ter frequentado uma instituição de ensino. Corajoso, mesmo sem nunca ter provado a sua coragem portando qualquer tipo de arma ou participado de alguma guerra. Um homem que passou a sua vida dedicando-se ao amor pela família, ao trabalho no campo e a resguardar o seu caráter de homem honrado. Curiosamente, descobri que hoje é o dia do Oftalmologista. Não por acaso, isso é motivo de uma lembrança especial do meu avô. Ele teve catarata e essa deficiência o deixou cego por vários anos. Em nosso primeiro encontro depois dele voltar a enxergar, eu estava nervosa porque havia crescido e já era uma moça. E não imaginava qual seria a reação dele. Eu fui mimada por ele, pois era a sua neta primogênita. Então, vovô me olhou e disse: Você será sempre a netinha do vovô, não importa quanto anos tenha. Outra lembrança dele que me marcou muito foi o nosso último encontro. Ele estava de passagem por Niterói, no apartamento dos meus pais. Eu morava no Rio e ele em Campos dos Goytacazes. Já estava casada e tinha as minhas duas filhas. Entrei no quarto, me abaixei ao lado da cama dele, tomei sua mão, beijei e disse: sua bênção vovô. Envolvi aquele corpinho franzino em um logo abraço, beijei seu rosto, acariciei seus cabelos, olhei longamente nos olhos dele e disse: vovô o meu amor pelo senhor é o mesmo de sempre, eu sou a sua netinha. E ele respondeu: “O tempo aperfeiçoa as pessoas. Mas você nunca mudou. Desde pequenina, sempre foi carinhosa e amorosa comigo. Saber amar as pessoas é um dom que faz bem a nossa vida”. O sentimento que ele admirava em mim foi semeado por ele, no meu coração. Sempre amei lhe pedir a bênção e ouvi-lo responder: “Deus te dê boa sorte”. O maior legado que vovô me deixou foram as suas bênçãos de boa sorte! Agradeço a Deus pela vida dele e por ser essa pessoa tão abençoada.

Um homem bom, como ele foi, só pode estar no Céu ao lado de Deus. Ele faleceu faltando pouco para completar 100 anos. Vovô querido, abençoe a sua neta e a todos os seus outros descendentes. Descanse em paz vovô Zinho Rosa. Amém!

 

Por Labouré Lima

07 de maio de 2017.

Anúncios

The twitteramigos Daily

Paperli.PaperWidget.Show({
pid: 'laboure_lima/twitteramigos',
width: 200,
background: '#FB0000'
})

%d blogueiros gostam disto: