Koko a gorila que encantou o mundo vai fazer 45 anos em Julho de 2016.

Koko e Robin Williams

Em 2001, Robin Williams foi convidado para conhecer Koko, a gorila que se comunica em língua de sinais, na Fundação Gorilla no norte da Califórnia (ver foto acima). Não tínhamos ideia do que esperar, mas tivemos uma surpresa, eles se tornaram amigos muito especiais.

“Em 2001, os dois se encontraram, e ficaram amigos imediatamente, durante um evento da Gorilla Foundation, em Woodsite, Califórnia. “Koko se conectou imediatamente com Robin”, disse um representante da instituição. O ator ficou tão tocado que gravou um vídeo para apoiar a causa do grupo. Koko se tornou conhecida por saber se comunicar por meio da linguagem dos sinais.” (Leia mais em Veja )

Na segunda-feira, 11 de agosto de 2014, a notícia  da morte de Williams, quebrou  a rotina do dia para Koko, Penny e Ron (Drs. Patterson e Cohn) estavam juntos quando telefonemas começaram a chegar sobre o triste acontecimento. Após a primeira chamada, Koko veio a Dr. Patterson com um olhar interrogativo no rosto. Dr. Patterson explicou que “perdemos um querido amigo, Robin Williams.” Koko estava quieta e parecia muito pensativa (veja abaixo foto à esquerda). No final do dia, Koko tornou-se muito sombria, com a cabeça baixa e os lábios trêmulos (veja abaixo foto da direita). Leia mais em www.koko.org

koko_thoughtful_IMG_5723         koko_remembers (1)

 

Koko (nascida em 4 de julho de 1971) é o nome de uma gorila cativa aculturada treinada pela Dra. Francine Patterson e outros cientistas na Universidade de Stanford para comunicar certos sinais baseado na Linguagem de Sinais Americana. Alguns cientistas afirmam que as ações de Koko indicam uma capacidade de aprender uma linguagem. Outros afirmam que suas ações são apenas o resultado de condicionamento operativo, no qual ela não entenderia o significado do que está fazendo, mas aprende a completar os sinais apenas porque os pesquisadores a recompensam por isso. Tal debate requer o exame cuidadoso do que significa “aprender” ou “usar” uma linguagem; linguagem animal para uma maior discussão. Koko também é o único animal não-humano a ter um animal de estimação de outra espécie; ela cuidou de vários gatos no decorrer dos anos. Nascida em São Francisco, Califórnia, o treinamento de Koko começou na idade de um ano. Patterson com o tempo avaliou o vocabulário de Koko em mais de 1.000 sinais e capaz de enteder cerca de 2.000 palavras em inglês. Inúmeros documentários foram feitos sobre Koko, incluindo Koko – A Talking Gorilla de 1977. Em 27 de abril de 1998, Koko participou de um “bate-papo” ao vivo na AOL. Koko viveu a maior parte de sua vida em Woodside.

Em agosto de 2004, Koko esteve nas notícias novamente devido a uma dor de dente. Ela comunicou que estava com dor, e de acordo com seus treinadores foi capaz de indicar o nível de dor numa escala de 1 a 10.

 

 

Fontes:

www.koko.org

Wikipédia, a enciclopédia livre.

Revista Veja

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

The twitteramigos Daily

Paperli.PaperWidget.Show({
pid: 'laboure_lima/twitteramigos',
width: 200,
background: '#FB0000'
})

%d blogueiros gostam disto: