Nunca tire conclusões precipitadas.

 

“Imagens que eu vejo
Enganam, mentem

(…)

Nem tudo que se vê
Reflete a verdade

Uma casa de espelhos
Num jogo de vaidades

Eu quero sentimentos
E fazer o bem”

Trecho da música: Casa dos Espelhos (Rosa de Saron)

Moral da história: nunca tire conclusões precipitadas.

O julgamento precipitado é sempre um risco porque o final pode ser surpreendente, para o bem ou para o mal.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

The twitteramigos Daily

Paperli.PaperWidget.Show({
pid: 'laboure_lima/twitteramigos',
width: 200,
background: '#FB0000'
})

%d blogueiros gostam disto: