A natureza egoísta ignora o quanto é valioso saber partilhar as emoções…

316676_10150880949280075_1666183125_n

Fui tocada pela lembrança do clássico ‘Os Pássaros’ de Alfred Hitchcok… ele sempre me inspira quando divago sobre os muitos temas que abrangem o universo interior e suas nuances… querendo me ater ao conteúdo de um texto que eu li cuja analogia passeia entre o egoísmo e o altruísmo, diria que antes ser um bom altruísta que um renegado egoísta. Pois o altruísta, seja no plano individual ou coletivo, se inclina na disposição de servir e dedicar-se ao outro. O que não acontece com o egoísta, refém das bicadas do medo do seu próprio interior, como bem reflete o filme citado. Cada vez que revejo esse filme extraio novas dimensões da sua mensagem. E a que mais se repete, sempre me faz entender que o voo alucinado e descontrolado dos pássaros não é outra coisa senão produto das alucinações, que infernizam os seres aprisionados pela exacerbação do próprio ego. A natureza egoísta ignora o quanto é valioso saber partilhar as emoções, um desperdício da parte mais preciosa da vida. Doar-se para fazer os outros felizes é oferecer o melhor de si mesmo. Acredito que o estado de felicidade é um reflexo que brilha em cada ser, e que a luz dessa chama precisa ser alimentada para não corremos o risco de sucumbir na escuridão da alma.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

The twitteramigos Daily

Paperli.PaperWidget.Show({
pid: 'laboure_lima/twitteramigos',
width: 200,
background: '#FB0000'
})

%d blogueiros gostam disto: