A Voz do Brasil: quem é contra ou a favor da obrigatoriedade do horário fixo?

Contra ou a favor? A “Voz do Brasil” ao longo de sua trajetória de décadas garantiu a tradição no “domínio” do horário das 19 às 20 horas no rádio brasileiro.

Me atenho ao livre pensar, para dizer o que percebo e extraio da noticia que segue re-publicada no final desse texto. Nos tempos da ditadura fazia sentido que a obrigatoriedade desse horário fosse respeitada. O que incomoda sobre esse tema, hoje, é o fato de vivermos um regime democrático no Brasil, onde não cabe mais esse ranço de tirania.

Sobre o caráter do compromisso diário das emissoras de rádio transmitirem o programa oficial com a atualidade das notícias do governo brasileiro, acho justo e cabível devido a concessão que tais emissoras receberam para explorar comercialmente um canal de comunicação.

Outrossim, ainda considero que “A Voz do Brasil” é um serviço importante para a população brasileira, sendo que o horário fixo deveria se ater a certas regiões do Brasil, como a Amazônia, por exemplo, onde, já andei e sei que em muitos locais o radio ainda impera, porque nesses lugares há precariedade de acesso aos canais de televisão e sinal de internet.

Mas nas capitais deveria ser considerada a permissão de flexibilidade no horário da transmissão, pois que nos grandes centros a vida tem outros recursos de informação, tanto quanto, ou mais ágeis que o rádio. Portanto ouve quem quer! E, muitos transferem a sua atenção do rádio para outros canais, onde podem continuar ouvindo música.

Quanto ao respeito “A Voz do Brasil” penso que há outros meios para que se ouça essa “Voz…” sem precisar impor! Basta que o Governo se atenha ao seu dever de servir a nação com seriedade e respeito, pois esse sentimento se aplica uma questão de reciprocidade. É o “toma lá, dá cá”, sem favor nenhum, pois não há outro meio que não seja esse para o governo granjear do povo o respeito que merece!

Com certeza “A Voz do Brasil” dará IBOPE quando descalabros como esse que a nação anda assistindo, com vivo interesse qual fosse capítulos de uma novela com alto índice de popularidade, trata-se do julgamento no STF do rocambolesco caso do “mensalão”.

O meu desejo como brasileira e patriota que sou, é que o Ministro Joaquim Barbosa consiga manter o caminho da imparcialidade com que vem atuando como magistrado de grande envergadura, na apuração do referido julgamento, até que os culpados sejam condenados e punidos no rigor da lei.

Essa é “A Voz do Brasil” que, no meu modesto modo de entender, o povo quer ouvir!

Paz e Bem!

Labouré Lima

 

 

Fonte: http://noticias.r7.com/brasil/noticias/stf-derruba-decisao-que-flexibiliza-a-voz-do-brasil-20120918.html

O ministro José Antonio Dias Toffoli, do STF (Supremo Tribunal Federal), derrubou decisão judicial que permitia à Rádio FM Independência, do Paraná, o direito de retransmitir o programa A voz do Brasil num horário alternativo e não no oficial, das 19 às 20 horas. Em despacho de cinco páginas, Toffoli afirmou que a jurisprudência do STF é pacífica em relação ao assunto.

Segundo ele, o tribunal entende que a legislação sobre as retransmissões do programa está de acordo com a atual Constituição.

— Não se reveste de ilegalidade a determinação para que empresas de radiodifusão estejam obrigadas à retransmissão diária do programa conhecido como Voz do Brasil, no horário determinado.

A decisão foi assinada pelo ministro em 30 de agosto e divulgada na segunda-feira (17).

Leia mais notícias de Brasil no R7

Para Toffoli, a decisão judicial anterior, do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região, ao concluir de forma diferente, divergiu de uma orientação pacífica do Supremo Tribunal Federal sobre o tema e, portanto, precisava ser reformada.

O ministro chegou a essa conclusão ao analisar recursos da União e da Rádio FM Independência Ltda. Ambas reclamavam do entendimento do TRF, que reconhecia a obrigatoriedade das retransmissões, mas permitia a veiculação em horário alternativo.

Sem restrições

A União alegou que o horário oficial deveria ser obedecido. Já a rádio argumentou que a retransmissão não poderia ser imposta. Segundo a emissora, a Constituição Federal estabelece que a manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação não poderão sofrer nenhuma espécie de restrição.

A Associação Brasileira das Emissoras de Rádio e TV informou que defende a aprovação de um projeto que torne mais flexível a possibilidade de retransmissão do material produzido pelo governo. Na opinião do presidente da entidade, Daniel Pimentel Slaviero, a mudança é necessária para atender aos ouvintes.

Anúncios

2 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Fabiana Ratis (@fabianaratisBR)
    set 19, 2012 @ 02:13:40

    Sou a favor da obrigatoriedade do horário fixo, mas não ao mesmo tempo em todas as rádios. A Voz do Brasil cumpre um papel importante, uma vez q/ traz o resumo dos principais fatos do dia. Monótona é a forma de apresentá-la. Mudanças no formato tornariam-na mais atraente.

    Curtir

  2. Labouré Lima
    set 19, 2012 @ 02:30:05

    Obrigada Fabiana, por comentar. Pois é, eu também. Por isso achei que perdeu-se a oportunidade de se resolver agora, essa questão da flexibilidade do horário.

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

The twitteramigos Daily

Paperli.PaperWidget.Show({
pid: 'laboure_lima/twitteramigos',
width: 200,
background: '#FB0000'
})

%d blogueiros gostam disto: