Quando deixo o coração vazar…

Anúncios

2 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Labouré Lima
    mar 14, 2009 @ 00:26:12

    Querida irmãzinha blogueira e articulada criatura da magia das letras, estava com saudade de você. Prometo uma espiadela no Artmus para aprender mais um pouco da sua arte de tecer com palavras as belas teias da vida. E com certeza vou beber mais uns goles no poço da sabedoria que transmite aos seus leitores. Beijinho do coração.

    Curtir

  2. Mateso
    mar 13, 2009 @ 20:45:00

    Que maravilhosa análise do ser humano feito quase todo ele na primeira pessoa. A riqueza das recordações expandidas ao sentir humano de uma vida!
    Quão verdadeira é a sua análise ao crescimento. Hoje ,sou melhor do que fui ontem, porque aprendi com a dor, não sendo esta exponencialmente dor física , mas antes e sempre riscos macerados de alma. Porque somos humanos, porque crescemos no embrião do conhecimento, nas curvas do díficil ,antevendo as rectas do prazer, porque afinal somos a simbiose máxima do ser e do estar, porque somos tão frágeis, e riscamos o vidro das emoções com um simples soluço ou gargalharmos o sentir num rasgar de alma. Somos tudo isto, porque somos somente gente.
    Vencer e perder, conceito antagónico ou verdade inversa de si mesma?
    Talvez um dia, talvez sejamos capazes de perder vencendo ou vencer perdendo, quem sabe?
    Assim seja!
    Bj.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

The twitteramigos Daily

Paperli.PaperWidget.Show({
pid: 'laboure_lima/twitteramigos',
width: 200,
background: '#FB0000'
})

%d blogueiros gostam disto: