Nem tudo está perdido!…

darfur1

Todos os anos, a mesma situação se repete. No mês de Dezembro publicam na internet uma variada produção de alertas sobre as desgraças do mundo. Foi assim, que dia desses recebi um e-mail contendo, em anexo, fotos desoladoras de seres humanos, cruelmente abandonados, na miséria mais abjeta. O primeiro impulso foi repudiar: “Basta! Chega de ver tantas tristezas e tragédias! Isso é uma tortura!” Um justo motivo para recusar ver de imediato, foi tanto que tentei esconder dos meus olhos e do meu coração, o horror daquelas imagens tão dilacerantes! Não existem palavras para comentar tamanho assombro! Vivemos na era globalizada e o mundo sabe que tal realidade existe e onde está localizada. Só nos resta pedir a Deus que ilumine aos “homens de boa vontade e poder” para se unirem em torno de uma ação concreta para acabar com a miséria no mundo. Pode parecer utopia, e é, pensar que as nações que estão em guerra no mundo, pudessem “cessar fogo” em prol de erradicar a fome e a pobreza na terra, em vez de, usarem bilhões de dólares em armamento bélico, que só fazem aumentar o número de vítimas e miseráveis na humanidade. Esperamos que um milagre aconteça…

Mas onde está Deus que não vê o sofrimento de tantos miseráveis espalhados pelo mundo?

DEUS ama todos os seus filhos e não quer o sofrimento deles!

Mas ELE não é o responsável pelas desgraças que o ser humano produz sobre a face da terra!

As imagens dos miseráveis, morrendo completamente desassistidos, são impactantes e impressionam muito! É fácil encontrar na internet. Basta digitar no Google qualquer palavra do tipo: fome, miséria, Somália, Nigéria ou África. A rudeza das imagens remetem logo a idéia de como o brilho do poder é capaz de cegar os governantes! Constantemente, vemos a geografia política do mundo exibindo campanhas pela conquista de poder e governo. Sempre estão à postos os tais candidatos que aparecem na mídia propondo soluções para acabar com a pobreza e a fome. Porém, uma vez vitoriosos e com a posse para governar, os políticos revelam outras metas prioritárias, já voltados para a continuidade do poder! Sucessivamente, os políticos se ocupam em fazer girar a roda dentada da engrenagem do poder e invariavelmente, guardadas algumas poucas exceções, nem se dão conta do descaso com que tratam a sociedade que os elegeu! O que vemos, são reclamações intermináveis, sobre falta de respeito, com assuntos relacionados à educação, saúde, habitação e bem estar.

Certa vez, numa roda de conversa sobre as profissões do futuro, ouvi um gestor de negócios dizer que nunca faltará trabalho no segmento da prestação de serviço. Acredito mesmo que não faltaria trabalho para os desempregados no mundo inteiro, não só da prestação de serviços, mas de todas as classes trabalhadoras, se fosse consolidada uma organização com interesses comuns regida pelo grupo de países que determina “a nova ordem mundial”. Mas antes de caminhar pra solucionar a miséria do mundo, será necessário vencer a grande batalha da disputa de poder entre eles! Todos querem a mesma coisa: ser o grupo poderoso da vez. Ah! Se houvessem esforços para salvar o mundo do abismo dos valores éticos e morais… se fossem respeitados os direitos de ir e vir do cidadão  refém da insegurança nos centros urbanos do mundo… se dessem prioridade a organização de uma sociedade justa e igualitária… muito provavelmente, não existiria tanta divisão de grupos formados pelos países mais ricos; países em desenvolvimento; países do terceiro mundo; países com armamentos de destruição em massa; países de maior tecnologia em armamentos bélicos; países disso e daquilo. Como informam os meios de comunicação de massa. Portanto, vivemos os riscos da “era pós-moderna”* e suas crises avassaladoras. O “grupo dos desgraçados e excluídos” só faz crescer cada vez mais! E o pior, ainda poderá acontecer! Pois, no dia em que o “grupo dos desgraçados e excluídos”, entender que se tornou maior que todos os outros grupos juntos, o mundo conhecerá o caos! Haverá então, somente dois grupos: os ditos “fortes” e “o grupo salve-se quem puder”! Considerando que os países que formam “a nova ordem mundial” não se disponham a reunir esforços para priorizar o fim do processo do crescimento da fome e da miséria, o mundo não terá mais nenhuma chance de PAZ! Sobreviveremos sufocados pelos nossos próprios sistemas de segurança! Em um tempo, onde perderemos de vista os limites entre o certo e o errado.

Por paradoxal que pareça, diante da banalização da morte e da falta de valores éticos e morais, felizmente existe na humanidade uma camada de seres abnegados, envolvidos nas causas humanitárias e dedicados a cultivar espiritualidade e religiosidade. Essas pessoas são o fio condutor de esperanças para a nova era, e juntas se organizam, independente de seus credos e raças, para o conforto de milhões de seres humanos que sofrem os efeitos devastadores da desordem e do caos que assola o planeta.

Providências de amor, bondade e misericórdia, tem sido resultantes do cultivo da Fé. Essa luz Divinal, que eleva o coração do homem a alcançar os mais altos degraus da espiritualidade e da solidariedade. Eles representam no mundo, a força imperiosa que se expressa como a face humana de Deus!

________________________

*Segundo um dos pioneiros no emprego do termo, o francês François Lyotard, a “condição pós-moderna” caracteriza-se pelo fim das metanarrativas. Os grandes esquemas explicativos teriam caído em descrédito e não haveria mais “garantias”, posto que mesmo a “ciência” já não poderia ser considerada como a fonte da verdade.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

The twitteramigos Daily

Paperli.PaperWidget.Show({
pid: 'laboure_lima/twitteramigos',
width: 200,
background: '#FB0000'
})

%d blogueiros gostam disto: